fbpx
O que é

Endoscopia da Coluna

A cirurgia endoscópica da coluna, ou cirurgia de coluna por vídeo, é o procedimento mais moderno na atualidade para tratar hérnias de disco e compressões de nervos da coluna vertebral. Essa técnica tem sido realizada nos EUA e na Europa nos últimos 15 anos, e mais recentemente no Brasil.

Uma analogia que podemos fazer é como se fossemos realizar um procedimento pelo buraco da fechadura, ao invés de abrir toda a porta. A primeira dúvida que vem em mente é que, pela visão limitada que temos, se o procedimento endoscópico é realmente efetivo. A reposta é sim! Através do vídeo, conseguimos resolver o problema do paciente perfeitamente, além de não gerar praticamente nenhum tipo de lesão aos tecidos normais ao redor da coluna, como a cirurgia aberta gera.

 

Dessa forma, os estudos atuais confirmam que a técnica endoscópica para hérnia de disco e compressão de nervo apresentam como principais vantagens em relação aos demais procedimentos:

  • Menor agressão cirúrgica
  • Menor tempo de recuperação
  • Menor tempo de internação
  • Menos dor no pós-operatório (menor necessidade de analgésicos fortes)
  • Menos sangramento durante o procedimento
  • Menor incisão (entre 5 a 7 mm, dependendo do caso)

 

Endoscopia de coluna - Clínica Atualli Especialista Cirurgia Endoscópica de Coluna

O procedimento endoscópico pode ser realizado em qualquer região da coluna vertebral (cervical, torácica ou lombar) e pode ser indicado para os casos de hérnia de disco, compressão de nervos (dor ciática), bicos de papagaio (artrose), estreitamento do espaço dos nervos (estenose), cistos na coluna e alguns tumores.

O procedimento é realizado através de um endoscópio, com visualização direta das estruturas e a imagem ampliada em uma televisão. Algumas pinças ou outros instrumentos delicados passam por dentro do endoscópio para auxiliar a retirada das hérnias ou descomprimir o nervo. A imagem apresenta uma precisão significativamente maior do que a visão “a olho nu”, podendo ser projetada até mesmo em monitores de alta definição (HD) ou 4K, o que garante uma segurança ainda maior ao procedimento.

A maioria dos procedimentos endoscópicos na coluna lombar ou torácica podem ser realizados apenas com uma anestesia local e uma sedação leve, o que garante um tempo de permanência do paciente no hospital muito curto. Na região cervical (pescoço), para um maior conforto do paciente pela posição durante o procedimento, geralmente é realizada a anestesia geral.

Após o procedimento os pacientes (e/ou familiares) recebem as orientações médicas, visita da equipe de enfermagem e da fisioterapia, a fim de já se iniciar o processo de reabilitação. Caminhada e movimentação do tronco são permitidos de imediato. Ao receber alta, cerca de 2 a 3 horas após o procedimento, o paciente está liberado a se movimentar normalmente, inclusive subir ou descer escadas. É recomendado evitar esforço físico ou carregar pesos maiores que 10kg por um período de 1 semana. Após esse prazo, já se inicia a fase de reabilitação com exercícios na fisioterapia, sem a necessidade de utilização de coletes. É importante frisar que, dependendo da complexidade do caso, esses prazos podem variar um pouco.

Dependendo do tipo de trabalho que o paciente realiza, pode ser iniciado entre o segundo ou o décimo dia após a realização do procedimento endoscópico. Para os praticantes de atividade física, a recuperação acaba sendo mais rápida, de forma que muitos dos pacientes voltam a realizar exercícios na academia em menos de 20 dias. Para os não praticantes de atividades físicas, as atividades em academia podem ser iniciadas após a fisioterapia, de forma gradual e progressiva.